Design 3WF
Cadastre seu email em nossa newsletter e receba informações!

Pisos em resina da Holanda decoram residências e empresas.

Empresária brasileira Adriana Adam investe na tecnologia e abriu franquias. Investimento para montar uma unidade é a partir de R$ 100 mil.

Antes de ser aplicado, o "piso" líquido é armazenado em baldes. Basta despejar no chão e, dentro de algumas horas ele vai estar tão resistente que pode passar até caminhão em cima. Com a vantagem de poder compor, com cores e desenhos, ao gosto e à habilidade do aplicador.

A empresária trouxe a técnica do piso da Holanda, em 1988. Ela investiu R$ 30 mil. Montou um escritório, comprou matéria prima e fez dezenas de testes para aperfeiçoar a fórmula, que ela revela apenas em parte.

Alquimia das misturas

O chamado piso líquido é uma alquimia das misturas. "Tem alguns elementos naturais, como quartzo, óleo de mamona e sintéticos. Você passa em algumas horas do liquido para um piso brilhante e flexível, que pode ser usado em academia, quarto de criança. Temos o piso mais fosco e mais rígido, para grandes áreas como garagens, estacionamentos e até escritórios. E chega a uma flexibilidade total, onde podemos trabalhar com tapetes avulsos, com desenhos especiais e formatos especiais", explica a empresária.

Mais informações em:

http://g1.globo.com/economia/pme/noticia/2011/07/pisos-em-resina-da-holanda-decoram-residencias-e-empresas.html

 
 
voltar topo da página veja mais Design 3WF